This content is not available in your region

3,48 milhões de refugiados

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
3,48 milhões de refugiados
Direitos de autor  Czarek Sokolowski/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved

A guerra na Ucrânia obrigou já cerca de três milhões e quinhentas mil pessoas (3,48 milhões) a fugir do país, de acordo com o mais recente balanço do Alto-comissariado das Nações Unidas para os Refugiados.

A agência da ONU teme que entre deslocados e refugiados, cerca de 10 milhões de ucranianos tenham sido obrigados a abandonar as suas casas. A maior parte mulheres e crianças.

A Lviv, perto da fronteira com a Polónia, chegam todos os dias milhares de pessoas provenientes de localidades como, por exemplo, Mariupol, Zaporizhia ou Brovary.

Um deslocado, de Bobryk, Serhiy Gyziy, conta que "Estes ocupantes estão agora a conduzir (em Bobryk) como se estivessem em casa. Não suportava isso. Não podíamos cozinhar, não havia água, eletricidade. Era muito difícil, é claro. Estivemos assim durante uma semana".

Muitas crianças chegam a Lviv sozinhas. Os pais enviaram-nas para salvá-las das agruras da guerra e dos bombardeamentos das forças invasoras russas. Muitas chegam gravemente doentes.

Aqui são recolhidas e cuidadas por várias organizações não-governamentais...

De acordo com o ACNUR, a maioria dos refugiados fica na Polónia, mas muitos prosseguem viagem rumo a outros países europeus como Hungria, Eslováquia, Roménia, Itália, França, Portugal ou Alemanha.

Em Berlim, as autoridades deram vida ao antigo aeroporto de Tegel, desmantelado recentemente, transformando-o num centro para receber os refugiados.