Novas sanções contra a Rússia anunciadas no G7

Novas sanções contra a Rússia anunciadas no G7
Direitos de autor Doug Mills/The New York Times via AP, Pool
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Medidas visam deputados, elites e setor da defesa do país.

PUBLICIDADE

Os líderes do G7 intensificam as medidas de retaliação contra a Rússia, devido à invasão na Ucrânia. Os Estados Unidos anunciaram novas sanções congelando ativos de deputados da Duma, elites e de 48 empresas do setor da defesa russa. Juntamente com os aliados, também pretendem impedir que Moscovo possa utilizar as suas reservas de ouro.

A Rússia possui cerca de 130 mil milhões de dólares em reservas deste metal precioso. De acordo com a Casa Branca, estas medidas pretendem reduzir a capacidade de país de sustentar a economia de guerra contra a Ucrânia.

Washington também vai aumentar a assistência humanitária, recebendo 100 mil refugiados ucranianos e fornecendo mais mil milhões de dólares em alimentos, medicamentos, água e outros bens. O G7 e União Europeia comprometem-se igualmente na partilha de informações e numa melhor coordenação de respostas, para evitar que a Rússia consiga contornar o impacto das sanções impostas pelo Ocidente.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

NATO anuncia maiores manobras militares na Europa em décadas

NATO diz que Rússia já perdeu mais de 300 mil homens na Ucrânia

NATO decide prolongar pela quarta vez o mandato de Jens Stoltenberg