This content is not available in your region

Irlanda do Norte preocupada com aumento dos custos para aquecer as casas

Access to the comments Comentários
De  Ken Murray & Euronews
euronews_icons_loading
Irlanda do Norte preocupada com aumento dos custos para aquecer as casas
Direitos de autor  Euronews

Kevin Murphy vive na Irlanda do Norte e tem andado preocupado. De dois em dois dias, verifica o depósito de petróleo para ver o que resta enquanto calcula o consumo e pondera em quanto lhe vai sair a próxima fatura de aquecimento.

Reformado, diz sentir-se "absolutamente chocado porque [o preço] subiu de 550 libras, a 24 de Fevereiro, para mais de 1.000 libras e agora voltou para 800, por 900 litros de querosene".

Os proprietários de casas em Belfast sentem- se apreensivos. A escalada no preço do combustível que usam para aquecer as casas, que, desde o início da guerra na Ucrânia, a 24 de fevereiro, subiu 35%.  

 Ao governo, muitos deixam críticas e pedem mais apoios para fazer face aos aumentos

Os apelos encontram, sem surpresas, eco na oposição. Andrew Muir, do Partido da Aliança da Irlanda do Norte, defende que "há uma série de decisões que podem ser tomadas a partir de Westminster" e localmente. 

Para o político, "a Declaração da Primavera da semana passada foi uma desilusão", além de que "o chanceler podia ter abolido o aumento das contribuições para os seguros nacionais e aumentar os benefícios de acordo com a inflação" 

Muir diz ainda que "a nível local", a Irlanda do Norte tem "300 milhões de libras sem poderem ser atribuídas, porque o Partido Unionista Democrático abandonou o executivo [parlamentar local]" 

Outra das medidas defendidas pelo deputado é a criação de um teto para limitar os preços, tal como "está já em vigor na Grã-Bretanha".

Com a taxa do aumento do preço do combustível para aquecimento doméstico, gás e eletricidade mais elevada da União Europeia, resta aos irlandeses o consolo da mudança para a hora de verão, que vai permitir um consumo mais baixo nos próximos meses.

Se nada for feito para fazer face ao aumento do custo da energia, os proprietários de casas na Irlanda do Norte poderão vir a ter de tomar algumas decisões difíceis quando chegar o inverno.