EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Marinha romena em alerta no Mar Negro

Foram detetadas minas à deriva, provenientes da Ucrânia
Foram detetadas minas à deriva, provenientes da Ucrânia Direitos de autor Hiro Komae/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved
Direitos de autor Hiro Komae/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Marinha da Roménia realiza diariamente missões, no Mar Negro, para detetar e neutralizar minas que possam vir a Ucrânia

PUBLICIDADE

A Marinha da Roménia está em alerta máximo há mais de uma semana, desde que foram encontradas, à deriva no Mar Negro, minas provenientes da Ucrânia.

Realizam-se patrulhas e exercícios de modo a detetar e a neutralizar mais engenhos explosivos.

"Os mergulhadores militares estão a executar um exercício. Foi detetada uma mina perto deste navio e eles estão a tentar neutralizá-la", relata a jornalista da euronews Roménia, Diana Sobaru.

O perigo é bastante elevado. Levadas pelas correntes, as minas podem chegar até muito perto da costa.

O comandante da secção de batalha de mergulho da EOD, Cătălin Gherghinescu, explica que "as minas podem estar em qualquer lugar. De acordo com o procedimento, passamos à neutralização e ao transporte para um local onde as possamos destruir".

"Estas minas são pequenas e podem ser difíceis de notar quando o mar está agitado. É preciso ter muita atenção", afirma a vigilante do navio Mihaela Cosma.

O comandante da embarcação, Daniel Gheorma, diz que "a posição das minas não é conhecida para que os marinheiros tomem as melhores decisões para as evitar. É por isso que estamos em alerta máximo".

O segundo oficial, Gigi Dode, explica que esta "foi a primeira missão deste tipo para este navio. Foi extremamente exigente. Treinámos constantemente para casos destes, por isso realizámos os procedimentos para os quais treinámos durante muito tempo".

O porta-voz da Marinha romena, Corneliu Pavel, afirma que "os navios foram aconselhados a utilizar certos corredores, delineados para entradas e saídas do Mar Negro".

As missões para se detetarem minas ocorrem diariamente. As entradas e saídas dos portos romenos são, agora, vigiadas mais de perto.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Os massacres na Europa "desenterrados" pelas imagens chocantes da Ucrânia

As imagens da guerra: veja a galeria das fotos mais recentes da invasão russa na Ucrânia

Festival das Tulipas na Roménia, uma tradição com mais de meio século