This content is not available in your region

Vladimir Putin justifica invasão da Ucrânia

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Vladimir Putin, cosmódromo de Vostochny, Rússia
Vladimir Putin, cosmódromo de Vostochny, Rússia   -   Direitos de autor  Evgeny Biyatov, Sputnik, Kremlin Pool Photo via AP

Uma operação especial que está a decorrer calmamente, minimizando as perdas e sempre com um objetivo claro e nobre. Foi este o discurso do presidente da Rússia, Vladimir Putin, perante o Presidente da Bielorrússia Alexander Lukashenko, que visita ao cosmódromo de Vostochny, no leste da Rússia, nesta terça-feira.

As sanções que os mal intencionados esperavam, não aconteceram. É óbvio. O nosso sistema financeiro, a nossa indústria funcionam sem problemas.
Vladimir Putin
Presidente da Rússia

Os dois líderes, também falaram sobre a questão do massacre de civis em Bucha - disseram que o acontecimento não passou de uma encenação do Ocidente.

Quando tinham encenado provocações na Síria, quando acusaram o Presidente Assad de utilizar armas químicas... Depois tudo acabou por se revelar falso. É a mesma coisa em Bucha.
Vladimir Putin:
Presidente da Rússia

Alexander Lukashenko vai ainda mais longe e afirma que o Reino Unido orquestrou tudo:

Hoje discutimos a operação especial ao pormenor: a operação psicológica especial em Bucha, levada a cabo pelos britânicos. Se precisar de moradas, palavras passe, números e marcas de carros - com que vieram a Bucha e como o fizeram - os serviços secretos russos podem fornecer esse material.
Alexander Lukashenko
Presidente da Bielorrússia

A descoberta de dezenas de corpos nas ruas de Bucha após a retirada das tropas russas fez soar o alarme e as imagens de valas comuns na cidade correram o mundo. Vários países acusam a Rússia de crimes de guerra por atrocidades na Ucrânia.