This content is not available in your region

Incêndio na Notre Dame fez três anos

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Catedral de Notre Dame
Catedral de Notre Dame   -   Direitos de autor  screenshot

Foi um dia simbólico para os católicos franceses. Em 2022, a Sexta-Feira Santa coincidiu com os três anos do incêndio na Catedral de Notre Dame, um dos mais emblemáticos monumentos do país e uma das catedrais góticas mais antigas do mundo.

Para assinalar a data, o Presidente francês visitou a catedral e verificou o avanço dos trabalhos. Elogiou "aqueles que passam os dias e noites" a renovar o edifício, e disse que “numa altura em que o mundo tenta ultrapassar uma pandemia e enfrenta uma guerra na Europa, esta reconstrução tem muito significado e é também um testemunho de esperança”.

A restauração está a progredir a um ritmo constante. Os trabalhadores já conseguiram remover o material danificado, fixar as estruturas e cobrir o monumento com um telhado provisório.

No próximo ano, está planeada a fase mais espetacular da reconstrução, que envolverá a elevação da espada que ardeu na noite de 15 de abril de 2019, idêntica à feita no século XIX pelo arquiteto Eugène Viollet le Duc.

A restauração está também a progredir no interior, onde duas das 24 capelas já foram restauradas. O órgão, que ficou muito danificado, está a ser restaurado em três oficinas no centro e sul de França.