This content is not available in your region

Guterres apela à cooperação da Rússia com TPI

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
António Guterres, secretário-geral da ONU
António Guterres, secretário-geral da ONU   -   Direitos de autor  Efrem Lukatsky/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved.

O aparato militar e mediático, esta quinta-feira, em Bucha, denunciava desde logo a presença aguardada do secretário-geral da Organização das Nações Unidas. António Guterres está de visita a Kiev, para falar com Volodymyr Zelenskyy. Antes dedicou a manhã a conhecer alguns dos arredores da capital ucraniana mais afetados pela invasão russa.

Numa passagem a Bucha apelou à cooperação de Moscovo com o Tribunal Penal Internacional (TPI) no apuramento de crimes de guerra na Ucrânia. Já em Borodyanka reiterou o "absurdo" da guerra

"Imagino a minha família numa daquelas casas que está agora destruída e negra. Vejo as minhas netas a fugir em pânico. Parte da família, morta. A guerra é um absurdo no século XXI. A guerra é maligna. Não há maneira de a guerra ser aceitável no século XXI", afirmou o secretário-geral da ONU aos jornalistas.

Guterres visita a Ucrânia, um dia depois de ter ido a Moscovo para se sentar à mesa com Vladimir Putin. A reunião, disse, foi "muito útil", apesar de o secretário-geral da ONU admitir não ter conseguido persuadir o presidente russo a pôr termo à guerra. Por agora, o representante das Nações Unidas tenta garantir abertura para apoio humanitário.