This content is not available in your region

Boris Becker condenado a dois anos e seis meses de prisão

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Ex-tenista alemão, Boris Becker
Ex-tenista alemão, Boris Becker   -   Direitos de autor  Alastair Grant/ Associated Press

Boris Becker foi condenado por um tribunal britânico a dois anos e seis meses de prisão por quatro crimes financeiros.

A condenação está relacionada com o processo de falência em 2017 do tenista que foi a lenda alemã do ténis, vencedor de seis torneios do Grand Slam.

O júri considerou provado que o antigo número mundial escondeu ativos e empréstimos no valor de 3 milhões de euros para evitar o pagamento de dívidas

A juíza Deborah Taylor censurou o comportamento do atleta após ter sido condenado a uma pena de prisão suspensa na Alemanha em 2002, o que foi considerado "um fator agravante significativo"

Ainda assim, a magistrada determinou que Becker terá de cumprir apenas metade da pena.

O tribunal provou que vencedor de três títulos de Wimbledon - o primeiro com 17 anos, o jogador masculino mais jovem da história a fazê-lo - transferiu 427.000 euros das suas contas comerciais para outras, como a da sua ex-mulher, Barbara Becker.

Também escondeu a sua participação numa propriedade em Leimen, a sua cidade natal, na Alemanha, um empréstimo de 825.000 euros e ações de uma empresa de tecnologia.

O júri absolveu-o de 20 outras acusações, incluindo a não-entrega de troféus e medalhas que foram postos a leilão por um administrador após a sua falência.

O jogador de ténis foi declarado insolvente em 21 de junho de 2017 na sequência do não-pagamento de um empréstimo bancário de cerca de 3,8 milhões de euros para re-hipotecar uma propriedade na ilha espanhola de Maiorca.

Em 2002, o alemão, que vive no Reino Unido desde 2012, já tinha sido condenado no seu país de origem a dois anos de pena suspensa e condenado a pagar meio milhão de euros por evasão fiscal entre 1991 e 1993.

Nos últimos anos, o tenista tem conciliado o seu trabalho como treinador, ajudando jogadores como Novak Djokovic, com o de comentador de competições nos media como o torneio de Wimbledon, que comenta para a BBC.