This content is not available in your region

"Objetivo será alcançado" diz Putin a pai de separatista morto

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Reuters
Reuters   -   Direitos de autor  Dario Pignatelli/Reuters via European Union

As autoridades ucranianas acreditam que as tropas russas estarão a preparar-se para entrar na fábrica Azovstal, em Mariupol, com artilharia pesada.

Os civis já foram retirados do interior da siderúrgica, resta o Batalhão Azov que diz que render-se ao exército de Putin não é opção.

Vladimir Putin encontrou-se com o pai de um separatista pró-russo que morreu em combate. "Não havia outra escolha. Eles estão a lutar bravamente, heroicamente, profissionalmente.", disse Putin ao pai da vítima.

O presidente da Federação transmitiu uma outra mensagem: o objetivo na Ucrânia vai ser alcançado.

"Todos os planos estão a ser implementados. O Objetivo será alcançado - não há dúvida sobre isso", concluiu Putin. 

Ataques aumentam no leste da Ucrânia

Enquanto decorriam em Moscovo as celebrações do 'Dia da Vitória', houve perto de 200 ataques com mísseis, quase todos na região de Donbass, onde o Kremlin está agora concentrado.

No Hospital Militar de Donbass, no leste da Ucrânia, os feridos chegam ao minuto. São sobreviventes de ataques das tropas russas.

De acordo com a Ucrânia, o exército de Putin tem 97 grupos táticos no terreno, a maioria no leste e no sul do país. Mesmo assim, os especialistas dizem que a Rússia está a fazer progressos muito lentos, nos últimos dias. De forma lenta, ou não, a Ucrânia é agora um país destruído.