This content is not available in your region

Rússia declara vitória em Mariupol

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Combatentes ucranianos em Mariupol
Combatentes ucranianos em Mariupol   -   Direitos de autor  AP/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved.

A Rússia declarou vitória em Mariupol.

Após semanas de intensos combates, os últimos combatentes ucranianos ter-se-iam rendido segundo informações avançadas pelo Kremlin que adianta ter capturado 2,439 combatentes nos últimos dias.

Do lado ucraniano, o presidente Zelenskyy afirmou que os últimos soldados ucranianos no complexo metalúrgico Azovstal já haviam recebido autorização para abandonarem o local.

Informações sugerem que as forças russas estariam a recuar na região de Kharkiv no nordeste da Ucrânia, próximo à fronteira com a Rússia.

Num dos últimos ataques, um míssil teria atingido um centro cultural ucraniano ferindo, pelo menos, sete pessoas.

Apelamos aos nossos países parceiros para reconhecerem legalmente que a Rússia deve ser responsabilizada financeiramente pelos crimes que cometeu
Volodymyr Zelenskyy
Presidente, Ucrânia

O presidente ucraniano quer que a Rússia seja responsabilizada financeiramente pela destruição causada.

"Apelamos aos nossos países parceiros para reconhecerem legalmente que a Rússia deve ser responsabilizada financeiramente pelos crimes que cometeu. Isto é importante não só no contexto desta guerra travada pela Rússia, mas também no contexto de quaisquer outras acções agressivas, quer pela Rússia, quer por qualquer outro potencial agressor. O mal merece uma resposta e punição", declarou Volodymyr Zelenskyy.

Na região oriental da Ucrânia, as forças russas reclamam avanços no sentido do controlo total de Lugansk.
O governador ucraniano adianta que as forças russas já controlam 90% da região.