This content is not available in your region

Boris Johnson mantém confiança dos conservadores

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Boris Johnson respira de alívio
Boris Johnson respira de alívio   -   Direitos de autor  HOLLIE ADAMS/AFP

Boris Johnson respira de alívio.

Os tories mantêm a confiança no primeiro-ministro britânico. A moção de censura desencadeada dentro do Partido Conservador ao chefe do Executivo foi chumbada, esta segunda-feira à noite. Johnson teve o apoio de 211 (60%) deputados conservadores. 148, ou seja 40%, votaram para que abandonasse a liderança do partido e do Governo.

O primeiro-ministro tem sido fortemente criticado por causa do caso Partygate, as festas em Downing Street realizadas durante a pandemia da covid-19 e muitos duvidam que possa conduzir os conservadores a nova vitória nas próximas legislativas.

Recorde-se que Boris Johnson sucedeu a Theresa May que se demitiu em maio de 2019, meio ano depois de ter também ela sobrevivido a uma moção interna de censura. Na época, May obteve 200 votos a seu favor e 117 contra.