This content is not available in your region

País de Gales põe Ucrânia fora do Mundial - "há batalhas mais importantes para travar"

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Galeses festejam o golo
Galeses festejam o golo   -   Direitos de autor  Rui Vieira/AP

Gareth Bale colocou o País de Gales na primeira fase final do mundial de futebol desde 1958, não sem uma ajuda de Yarmolenko, que cabeceou a bola disparada no livre de Bale para dentro da baliza da Ucrânia. Há festa para os galeses e tristeza para a Ucrânia, que falha o apuramento para o mundial, ao fim deste playoff.

O país, martirizado pela guerra movida pela Rússia, tem sido alvo da solidariedade internacional e muitos, em todo o mundo, torciam para ver a seleção ucraniana marcar presença no Qatar.

Pavlo, adepto ucraniano, diz que" o resultado é dececionante e muita gente queria esta vitória, necessária para o povo ucraniano". 

Outro fã, Igor, não é da mesma opinião e diz que "há batalhas mais importantes para travar, não nos estádios, mas no campo de batalha e as forças armadas da Ucrânia estão a mostrar como se combate no próprio terreno".

Há batalhas mais importantes para travar, não nos estádios, mas no campo de batalha.
Igor Kozbar
Adepto ucraniano

No mundial, que começa em novembro, Gales fica no Grupo B, juntamente com a Inglaterra, os Estados Unidos e o Irão.