This content is not available in your region

Kiev reconhece ter perdido o controlo do centro de Severodonetsk

Access to the comments Comentários
De  Euronews  com AFP, AP
euronews_icons_loading
Severodonetsk, Ucrânia
Severodonetsk, Ucrânia   -   Direitos de autor  Oleksandr Ratushniak/Copyright 2022 The Associated Press

Kiev reconhece ter perdido o controlo do centro de Severodonetsk, aquele que era, atualmente, o ponto mais importante da guerra na Ucrânia.

Após semanas de combates violentos, as tropas russas conseguiram avançar na sua ofensiva, embora não tenham expulsado, completamente, as tropas ucranianas da cidade e de continuarem abrigados numa fábrica de produtos químicos cerca de 500 civis.

Confrontada com a superioridade da artilharia russa, a Ucrânia vai conseguindo pequenas vitórias, como a alegada destruição de sistemas de mísseis russos, com armamento fornecido pelos EUA.

Separatistas pró-russos afirmam que as últimas divisões ucranianas em Severodonetsk estão "bloqueadas" após a destruição da última ponte para a cidade de Lyssychansk.

Em Moscovo, o porta-voz do Ministério da Defesa anunciou a destruição de armas e equipamento pesado transferido para a Ucrânia pelo Ocidente.

Não foi com mísseis ocidentais, mas com projéteis da era soviética que foi bombardeado um mercado em Donetsk. Separatistas pró-russos afirmam que três pessoas morreram, várias ficaram feridas, e acusam as forças ucranianas do ataque. Kiev nega as acusações.

Embora tenha concentrado a maior parte das suas tropas no Donbass, a Rússia continua a atingir alvos noutras zonas da Ucrânia. Na região norte de Chernigov, foram evacuadas quatro localidades devido à ameaça de incêndios após a área ter sido bombardeada. 

A Ucrânia continua a pedir ao Ocidente armas pesadas modernas para lutar em pé de igualdade com o gigante russo.