This content is not available in your region

Onda de calor a fechar a Primavera está a fazer suar Espanha e França

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Onda de calor enche praias catalãs de banhistas
Onda de calor enche praias catalãs de banhistas   -   Direitos de autor  AP Photo/Emilio Morenatti

Portugal parece estar a escapar à forte onda de calor a assolar por estes dias Espanha, França e Itália.

Em Madrid, há inclusive crias de aves a cair dos ninhos na ânsia de fugir à onda de calor mais precoce no país desde há 40 anos e que está a tornar a água ainda mais valiosa.

As temperaturas estão em media 7 a 12 graus Celsius mais elevadas do que é habitual nesta altura do ano em grande parte de Espanha e França, com o termómetro a ultrapassar os 40°C. E isto está também a afetar a temperatura do mar mediterrâneo, alerta o sistema Copernicus.

A canícula em França apenas costuma sentir-se em julho, mas para este fim de semana esperam-se já temperaturas recorde. As piscinas, os lagos e as praias costeiras têm sido um refúgio natural.

O governo francês está sobretudo preocupado com os mais velhos e colocou pelo menos 14 departamentos sob "alerta vermelho", o mais alto no plano nacional de proteção contra ondas de calor. E mesmo há noite estão a bater-se recordes de calor em algumas partes de França.

Em Itália o mercúrio também vai subir e ameaça agravar a seca, sobretudo no norte do país, uma região onde praticamente não chove há três meses e meio. O rio Po, o maior do país, está a secar rapidamente.

Os cientistas têm alertado para o facto de as ondas de calor estarem a surgir cada vez mais cedo na Europa devido às alterações climáticas, recomendado medidas urgentes para tentar travar ou pelo menos abrandar o aquecimento global. Entretanto, o calor aperta e a cada dia com menos água disponível.