This content is not available in your region

Subida da inflação na Turquia leva a fuga de médicos

Access to the comments Comentários
De  Kristina Jovanovski & Euronews
euronews_icons_loading
Profissionais da saúde protestam contra condições de trabalho na Turquia
Profissionais da saúde protestam contra condições de trabalho na Turquia   -   Direitos de autor  /AFP

Utku Ozbay trabalha na Turquia como dentista há vinte e um anos, mas tudo está prestes a mudar. O emprego mal paga as contas. Mãe solteira com um filho de 9 anos, Utku afirma já não poder pagar as despesas escolares e lamenta: "Está a tornar-se muito difícil".

O plano é deixar o país. A inflação que aumenta sem dar tréguas está a ditar o fim da clínica, sem lucros, depois de muitos pacientes recusarem tratamentos por não os poderem pagar.

Mas a dentista não é a única profissional da saúde preocupada com os rendimentos.

Subida da inflação gera discórdia

Também os médicos estão em protesto contra as condições de trabalho, incluindo os salários, que não permitem fazer face às subidas da taxa de inflação.

De acordo com a Associação Médica Turca, só este ano, até ao final de maio, 938 médicos tinham abandonado o país.

Em 2021, o número ascendeu a 1.400 profissionais.

Os preços da alimentação, habitação, do transporte, estão a aumentar exponencialmente na Turquia.

O governo diz que a taxa de inflação é superior a 70% , a mais alta em duas décadas. Mas as sondagens sugerem que muitos neste país não acreditam nesse número e que acham que ele é muito mais elevado.

O mesmo acontece com um grupo de economistas independentes, para o qual a inflação está situada nos 160%.

Veysel Ulusoy é um desses economistas e está a ser investigado pela universidade onde trabalha.

"A inflação cria uma enorme diferença na política. A percentagem e o número de votos estão a diminuir incrivelmente contra o partido no poder", afirma.

Muitos trabalhadores acabam por partir para a Europa, sobretudo para a Alemanha onde vive uma grande parte da diáspora turca.

É lá que Utku espera também encontrar uma nova vida, mesmo que isso implique mudar de profissão.

"Terei uma vida que mereço. E também o meu filho poderá ter uma boa educação".