De realizador a militar: Oleg Sentsov vestiu a farda e luta na guerra

AP
AP Direitos de autor AFP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Realizador uraniano está no exército ucraniano e diz que a Rússia não vai conseguir o que quer

PUBLICIDADE

A guerra na Ucrânia trouxe morte, destruição e virou milhões de vidas do avesso.

O realizador ucraniano Oleg Sentsov esteve preso em 2014, numa prisão russa, na Crimeia. Seis anos depois, veste a farda para lutar pelo país.

"A Ucrânia é um país independente e tem uma nação muito corajosa que lutará contra qualquer agressão."
Olev Sentsov
Realizador e voluntário no exército da Ucrânia

"Descansei um pouco na prisão russa, depois voltei ao cinema, e agora estou no exército", conta Oleg Sentsov. Diz não ter planos para o futuro. "Não sei o que farei daqui a 10 anos porque mudei a minha vida muitas vezes.". 

No ano passado, Sentsov estreou o mais recente filme: "Rhino", que foi distinguido no Festival de Cinema de Veneza.

O realizador acredita que a Rússia "quer retomar a antiga colónia da Ucrânia, mas a Ucrânia não é uma colónia.", dizendo que Putin não vai conseguir o que quer: "A Ucrânia é um país independente e tem uma nação muito corajosa que lutará contra qualquer agressão.", conclui. 

A família de Sentsov está agora em Lviv, no oeste do país. Viviam em Kiev. Um fugir do perigo, numa guerra que ultrapassa qualquer ficção.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Sentsov recebeu, em mãos, Prémio Sakharov 2018

Oleg Sentsov quer "fazer filmes e viver"

Realizador Oleg Sentsov recebe Prémio Sakharov