Central solar ilumina bairros de Goma

A central está equipada com 3888 painéis solares e tem uma capacidade de produção de 1,3 megawatts-hora
A central está equipada com 3888 painéis solares e tem uma capacidade de produção de 1,3 megawatts-hora Direitos de autor euronews
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Apenas 19% da República Democrática do Congo tem acesso à eletricidade

PUBLICIDADE

Uma pequena central solar acaba de ser inaugurada na cidade de Goma, na República Democrática do Congo.

A iniciativa partiu de empresa local NURU, gerida por jovens congoleses. Esta central, a maior fora da rede na África Central, está equipada com 3888 painéis solares, tem uma capacidade de produção de 1,3 megawatts-hora e fornece eletricidade a três bairros.

O engenheiro Alain Byamungu explica: "Os nossos painéis solares recebem aqui a radiação solar e transformam-na em energia de corrente contínua que passará através dos conversores para a converter em corrente alternada utilizável pelos nossos consumidores."

A inauguração da central solar assume maior importância em especial num país em que, segundo dados de 2021 do Banco Mundial, apenas 19% dos 84 milhões de habitantes têm acesso à eletricidade: cerca de 41% nas zonas urbanas e 1% nas zonas rurais.

"Graças à eletricidade da Nuru, posso dizer-vos que estou a usar eletrodomésticos que não usava antes. Hoje em dia, o meu negócio está a multiplicar-se devido a isso. Hoje estou a emergir porque sinto que as minhas finanças estão a num nível mais elevado", conta o responsável por uma barbearia Waribé Junior.

A empresa tem já planos para construir uma segunda central solar com uma capacidade de produção de 3,7 megawatts-hora pretendendo alargar o seu alcance a todo o leste do país.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Austríacos apostam na energia solar

Energia nuclear: mais rentabilidade por influência geopolítica do que económica

Macron efetua a primeira visita de um presidente francês à Mongólia