This content is not available in your region

Jaan Roose anda entre arranha-céus de Roterdão a 150 metros de altura

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Jaan Roose, equilibrista estoniano
Jaan Roose, equilibrista estoniano   -   Direitos de autor  SEM VAN DER WAL/AFP

Com a paisagem citadina de Roterdão como pano de fundo, Jaan Roose atravessou os 625 metros de rio que separam duas margens da cidade neerlandesa. Uma travessia banal, não fosse o equilibrista estoniano tê-la feito a 150 metros de altitude, sobre uma corda com apenas dois centímetros de largura.

O sol pelas costas, durante a travessia, tornou-se num desafio acrescido à travessia, impedindo Roose de distinguir com nitidez o caminho traçado pela corda entre dois arranha-céus, mas o estoniano, já habituado a aventuras arriscadas, conta que teve de ter em conta outros fatores.

"Sentir medo foi a última coisa em que pensei durante a caminhada. Tinha tantas coisas a considerar durante o percurso, os barcos grandes a passar por baixo, o trânsito na ponte Erasmus, pessoas a gritar, a bater palmas, por baixo, até pássaros a voar à minha volta, e também drones, por isso tive de continuar e manter-me concentrado apenas na linha", revela.

Ao atravessar um dos rios mais movimentados dos Países Baixos, Roose levou a cabo um dos mais íngremes e longos percursos urbanos em altura jamais realizados.