This content is not available in your region

China lança novos exercícios militares junto a Taiwan

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Presidente de Taiwan recebe delegação do Congresso dos EUA em Taipé
Presidente de Taiwan recebe delegação do Congresso dos EUA em Taipé   -   Direitos de autor  AP/TAIWAN PRESIDENTIAL OFFICE

A China volta a responder com exercícios militares a uma nova visita de responsáveis norte-americanos a Taiwan.

Uma delegação de cinco membros do Congresso dos Estados Unidos, dirigida pelo senador democrata Ed Markley, chegou esta segunda-feira a Taipé, para se reunir com a presidente da ilha e representantes do setor privado.

A deslocação tem lugar duas semanas depois da passagem da presidente da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, que exacerbou as tensões entre os Estados Unidos e a China.

O porta-voz da diplomacia chinesa Wang Wenbin reagiu à nova visita prometendo "medidas firmes para salvaguardar a soberania e integridade territorial", acusando "uma pequena delegação de políticos norte-americanos e forças separatistas de Taiwan" de "conspirarem para tentar desafiar o princípio de uma China".

A China considera Taiwan como parte do seu território e reclama a soberania sobre a ilha. O Exército chinês anunciou, em comunicado, "exercícios de combate no mar e no espaço aéreo à volta de Taiwan". A visita de Pelosi tinha desencadeado cinco dias de manobras ameaçadoras nas proximidades da ilha.