Autores de ataque na Somália abatidos pelas autoridades

Membro do grupo extremista Al-Shabab
Membro do grupo extremista Al-Shabab Direitos de autor Farah Abdi Warsameh/AP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Apás mais de 30 horas de confrontos, as autoridades colocaram fim ao ataque levado a cabo por membros do grupo extremista Al-Shabab, num hotel em Mogadíscio.

PUBLICIDADE

Após mais de 30 horas de confrontos, as autoridades da Somália anunciaram, este domingo, 21 de agosto, que abateram os membros do grupo extremista Al-Shabaab, que levaram a cabo um ataque no hotel Hayat, em Mogadíscio, capital do país.

"As forças de segurança colocaram fim ao cerco e os atacantes estão mortos", avançaram as autoridades.

De acordo com o ministro da Saúde somali, Ahmed Mohamed Mohamud, 21 pessoas morreram e 117 ficaram feridas, algumas delas em estado crítico.

Recorde-se que os atacantes perpetraram o ataque, primeiro, com recurso a explosivos na entrada do hotel, que é geralmente frequentado por elementos do governo. Depois, deram continuidade ao atentado a partir do interior da infraestrutura hoteleira.

Este trata-se do maior ataque na capital desde que o novo Presidente, Hassan Sheikh Mohamed, tomou posse em Maio.

De salientar que o grupo extremista Al-Shabab, ligado à Al-Qaeda, já reinvindicou o ataque.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Atentado mortal em Mogadíscio

Somália tem novo primeiro-ministro

Polícia do Equador detém quase 70 membros de gangue que tentavam controlar hospital