Zelenskyy diz que contraofensiva vai continuar

Viatura em chamas no centro de Donetsk, Ucrânia
Viatura em chamas no centro de Donetsk, Ucrânia Direitos de autor Alexei Alexandrov/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Presidente ucraniano afirma que "todo o país deve ser libertado"

PUBLICIDADE

A contraofensiva do Exército ucraniano não perde força e vai continuar: uma promessa do presidente Volodymyr Zelenskyy numa mensagem difundida ontem ao fim do dia.

Na cidade de Donetsk, no leste do país, são visíveis as marcas dos bombardeamentos ucranianos. 

Zelenskyy afirma que toda a Ucrânia será libertada:

"Talvez alguns de vocês tenham a impressão de que, depois de uma série de vitórias, nós estamos agora num compasso de espera, mas não, é a preparação para a próxima série. Porque toda a Ucrânia deve ser libertada."

A Rússia, por seu lado, afirmava ter repelido a ofensiva ucraniana na região de Kherson, reclamando a morte de pelo menos 180 soldados ucranianos, bem como a destruição de tanques, viaturas blindadas e outro material militar.

Os bombardeamentos russos continuaram também em diversas localidades e muitos temem um recrudescimento de ataques contra alvos civis em resposta à contraofensiva de Kiev.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Zelenskyy diz que russos e colaboradores podem fugir ou ser capturados e julgados

Estrela da música russa critica invasão russa da Ucrânia

Ucrânia identifica vítimas da ocupação russa em Kharkiv