Agricultores espanhóis contra envio de água para Portugal

Agricultores concentraram-se no centro da cidade de León
Agricultores concentraram-se no centro da cidade de León Direitos de autor TVE
De  Euronews com Lusa
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Cerca de três mil agricultores saíram às ruas em protesto esta terça-feira

PUBLICIDADE

Vieram das províncias espanholas de León, de Zamora e de Salamanca. Cerca de três mil agricultores concentraram-se, esta terça-feira, no centro da cidade de León para se manifestar contra o envio de água para Portugal através do rio Douro.

Afetados pela seca, denunciam a Convenção de Albufeira, que data de novembro de 1998.

Prevê o envio para Portugal de cerca de 870 hectómetros cúbicos de água armazenada nas albufeiras espanholas da bacia do Douro para produção hidroelétrica. Destes, 650 provêm das Albufeiras de Almendra, no rio Tormes entre Salamanca e Zamora, e Ricobayo, no rio Esla, em Zamora.

Os agricultores falam em "espoliação sem diálogo." Exigem que se fechem as comportas e seja deixada para a próxima campanha a água que os irrigadores economizaram fazendo - dizem - "com que as suas explorações produzissem menos do que se tivessem usado toda a água."

Até à próxima semana, antes do final do corrente ano hidrológico a 30 de setembro, Espanha tem cumprir com o acordo. O país é chamado a ceder à bacia do Douro portuguesa a quantidade mínima de água represada que está definida na Convenção de Albufeira.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Incêndio em prédio de 14 andares em Valência faz pelo menos quatro mortos

Dani Alves considerado culpado de violação de uma mulher numa discoteca em Espanha

Agricultores espanhóis em protesto invadem centro de Madrid com centenas de tratores