Reserva Federal dos EUA volta a aumentar as taxas de juro e promete não ficar por aqui

Reserva Federal volta a aumentar as taxas de juro
Reserva Federal volta a aumentar as taxas de juro Direitos de autor Jacquelyn Martin/AP
Direitos de autor Jacquelyn Martin/AP
De  Bruno Sousa
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Terceira subida consecutiva coloca as taxas de referência em valores que não se verificavam desde a crise financeira de 2008

PUBLICIDADE

A guerra contra a inflação tem vindo a ser travada com o aumento das taxas de juro e esta quarta-feira, a Reserva Federal dos Estados Unidos voltou a repetir a receita. 

Pela terceira vez consecutiva, os juros de referência subiram 0,75 pontos percentuais nos Estados Unidos e situam-se atualmente no intervalo entre 3 e 3,25%, valores que não se registavam desde a crise financeira de 2008.

Jerome Powell, líder do banco central norte-americano, admitiu que gostaria que existisse uma forma menos dolorosa de ultrapassar a inflação, mas que infelizmente não era o caso.

As previsões do organismo norte-americano indicam que a taxa de juro irá continuar a crescer, até atingir os 4,6% no próximo ano, e que só deverá começar a baixar em 2024.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

FED aumenta taxas de juro em 75 pontos base

Agentes da autoridade mortos a tiro no Estado de Nova Iorque

Nova Iorque sacudida por terramoto de 4,8 na escala de Richter, o maior em mais de 40 anos