EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Bélgica desligou o primeiro reator nuclear 20 anos após a decisão

Central Nuclear de Doel, em Antuérpia, na Bélgica, onde foi desligado o primeiro de quatro reatores
Central Nuclear de Doel, em Antuérpia, na Bélgica, onde foi desligado o primeiro de quatro reatores Direitos de autor EBU / BEVRT
Direitos de autor EBU / BEVRT
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A Bélgica deu o primeiro passo para acabar com a energia nuclear, ao desativar o primeiro reator, 20 anos após ter sido tomada a decisão política

PUBLICIDADE

Pela primeira vez na Bélgica, uma central nuclear foi desligada da rede após o encerramento do reator nuclear Doel 3 na sexta-feira à noite.

O desmantelamento do reator ocorreu 20 anos após a decisão política de abandonar definitivamente a energia nuclear e 40 anos após a construção da central, e numa altura em que se volta a debater a pertinência da energia nuclear, devido à crise energética que a Europa atravessa.

Ainda na semana passada, as autoridades perguntaram ao regulador se o encerramento do reator Doel 3 poderia ser adiado, tendo recebido como resposta que tecnicamente era possível, mas não recomendável do ponto de vista da governação e da segurança.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Difícil modernização do setor nuclear em França

Kremlin anuncia exercícios com armas nucleares táticas após "comentários provocatórios" do ocidente

Centrais nucleares iranianas não foram danificadas após alegado ataque israelita