Mercados italianos "neutros" perante novo governo

Jornais fazem manchete com a vitória de Giorgia Meloni nas eleições gerais em Itália
Jornais fazem manchete com a vitória de Giorgia Meloni nas eleições gerais em Itália Direitos de autor VINCENZO PINTO/AFP or licensors
Direitos de autor VINCENZO PINTO/AFP or licensors
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O índice FTSE MIB abriu pouco acima do zero mantendo-se estável durante a sessão de segunda-feira

PUBLICIDADE

Os mercados financeiros italianos reagiram com indiferença esta segunda-feira à vitória da extrema-direita nas eleições legislativas.

O índice FTSE MIB abriu pouco acima de zero mantendo-se estável durante a sessão.

Um especialista defende que se trata de um sinal positivo devido à expetativa de um governo estável.

"A boa notícia é que o resultado das eleições foi muito claro e há um governo, e o governo tem uma maioria sólida e vai ser um governo estável. Os mercados não gostam da incerteza, neste caso a incerteza foi resolvida, pelo que esta é uma boa notícia para o mercado. Temos visto que desde a abertura esta manhã, que o mercado tem sido mais ou menos neutro, registou-se um aumento dos futuros no mercado de acções, o 'spread' tem subido mas não muito", defende Pierpaolo Benigno, economista da Universidade de Berna.

As atenções voltam-se agora para o Fundo Europeu de Recuperação e Resiliência e de como o novo executivo vai cumprir as condições de acesso.

A Itália viu-lhe atribuída a maior fatia (191,5 mil milhões de euros) do pacote europeu de 750 mil milhões de euros em troca de reformas consideradas necessárias.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Extrema-direita chega ao poder em Itália

Países do G7 ponderam utilizar ativos russos congelados para financiar a Ucrânia

Mil italianos assinam manifesto para que Draghi seja presidente da Comissão Europeia