Bolsonaro já gravou nome na história brasileira do séc. XXI

Access to the comments Comentários
De  João Peseiro Monteiro
Jair Bolsonaro, presidente cessante do Brasil e candidato a novo mandato
Jair Bolsonaro, presidente cessante do Brasil e candidato a novo mandato   -   Direitos de autor  Marcelo Chello/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved.

Jair Messias Bolsonaro não era um recém-chegado à política brasileira quando venceu as presidenciais de 2018.

Deputado federal pelo Rio de Janeiro desde 1990, pronunciou o lema de uma campanha presidencial vitoriosa ao votar pela destituição da presidente Dilma Roussef em 2016:

Por um Brasil acima de tudo e por Deus acima de todos, o meu voto é sim!
Jair Bolsonaro
Deputado federal (2016)

No início da campanha Bolsonaro levou uma facada que, apesar do mal físico que lhe causou, acabou por beneficiá-lo eleitoralmente.

Apoiado pelas igrejas evangélicas, Bolsonaro chega ao Palácio do Planalto e o Brasil faz uma viragem radical à direita.

No primeiro mês de governo assina um decreto que flexibiliza a posse de armas de fogo. A sua visão sobre o recurso ao poder letal para defesa pessoal e serviço das forças da ordem foi sempre claro.

Uma arma, mais que defender nossa vida, defende a nossa liberdade!
Jair Bolsonaro
Candidato presidencial (2018)

Ao nível económico Bolsonaro aplicou uma política neoliberal. Favoreceu as indústrias extrativas e da agropecuária e desvalorizou a emergência climática.

É uma falácia dizer que a Amazónia é património da humanidade e um equívoco, como atestam os cientistas, afirmar que a Amazónia, a nossa floresta, é o pulmão do mundo.
Jair Bolsonaro
Presidente do Brasil (2019)

O mandato de Jair Bolsonaro fica também marcado pela forma como o governo federal respondeu à pandemia de Covid-19.

Uma doença à qual Bolsonaro não deu grande importância.

Depois da facada não vai ser uma gripezinha que me vai derrubar, não!
Jair Bolsonaro
Presidente do Brasil (2020)

O Brasil acabou por se tornar o segundo país com maior número de mortes, acima de 686 mil, só ultrapassado pelos Estados Unidos.

O nome Bolsonaro já ganhou um lugar na história do Brasil neste primeiro quartel do século XXI, independentemente do resultado das eleições. Além de assegurar uma continuidade geracional na política com os seus filhos, a corrente ideológica que representa no seio da população brasileira veio para ficar.