Pelo menos 35 mortos no atentado em Cabul

Centro educativo que foi alvo de um atentado à bomba, em Cabul, no Afeganistão
Centro educativo que foi alvo de um atentado à bomba, em Cabul, no Afeganistão Direitos de autor Ebrahim Noroozi/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved.
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Pelo menos 35 pessoas morreram e 82 ficaram feridas no atentado num centro de estudos frequentado pela minoria Xiita, hazara, em Cabul, no Afeganistão

PUBLICIDADE

35 mortos e mais de 80 feridos é o novo balanço das vítimas do atentado suicida perpetrado na sexta-feira contra um centro educativo de um bairro ocidental de Cabul, a capital do Afeganistão.

O ataque ocorreu no interior de uma sala de aulas, durante um exame de preparação para as provas de acesso à universidade.

O centro fica situado numa zona onde residem essencialmente membros da comunidade xiita hazara e era frequentado por estudantes de ambos os sexos. A maioria das vítimas são mulheres jovens.

Após terem sido ouvidos vários tiros, um atirador entrou na sala de aula pela porta das raparigas e explodiu-se entre os estudantes.

O ataque levou dezenas de mulheres a saírem às ruas de Cabul no sábado para mostrar a sua rejeição dos ataques a esta minoria alvo no país, embora tenham sido logo reprimidas com tiros disparados no ar pelos Talibãs.

Por enquanto, nenhuma célula terrorista reivindicou a responsabilidade pelo atentado, embora o grupo jihadista Estado Islâmico (EI) tenha reivindicado numerosos ataques no Afeganistão no passado contra esta minoria, que considera apóstata.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Mais de 120 mortos em jogo de futebol com dois portugueses na Indonésia

Novo sismo de 6.3 no Afeganistão dias após um outro que fez mais de mil mortos

Terramoto no Afeganistão pode ter feito 3 mil mortes, dizem autoridades talibãs