Kiev tenta regressar à normalidade

Ataque em Kiev
Ataque em Kiev Direitos de autor DIMITAR DILKOFF/AFP or licensors
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Residentes da capital reviveram primeiros dias da guerra

PUBLICIDADE

Depois dos bombardeamentos começou a limpeza nas ruas de Kiev. As sirenes já fazem parte da rotina da cidade, mas na manhã desta segunda-feira, quando as pessoas saiam de casa para o trabalho, tudo mudou.

Alguns dos mísseis caíram perto do centro da capital, onde o parlamento e outras instituições importantes estão localizados. O autarca da cidade, Vitaliy Klitschko, lamentou a morte de pessoas inocentes e sublinhou que Kiev" foi e continua a ser o alvo do agressor, o alvo do ocupante".

Milhares de pessoas refugiaram-se no metro da cidade. A Euronews falou com duas estudantes que tinham acabado de regressar a Kiev para começar as aulas na universidade. Contaram que tinham chegado esta manhã à capital mas que agora vão sair outra vez do país e estudar online. Dizem que é difícil aceitar estes ataques, especialmente porque tudo começava a estabilizar.

A cidade tenta regressar à normalidade. O presidente ucraniano garante que os ataques não intimidaram o país.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Rússia bombardeia cidades na Ucrânia dois dias após explosão na ponte da Crimeia

Novo comando russo na Ucrânia

Milhares de ucranianos passam fome e dependem do exército para sobreviver