Nobel da Economia para três investigadores de crises financeiras

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Desenho dos três vencedores do Nobel da Economia de 2023
Desenho dos três vencedores do Nobel da Economia de 2023   -   Direitos de autor  https://www.nobelprize.org/

A Academia Sueca divulgou, esta segunda-feira, em Estocolmo, o nome dos laureados com o Nobel da Economia e, este ano, há três vencedores e todos eles norte-americanos. O antigo presidente da Reserva Federal dos Estados Unidos da América Ben Bernanke e outros dois economistas, Douglas Diamond e Philip Dybvig, foram premiados por trabalhos de investigação sobre crises financeiras e a importância de "evitar o colapso dos bancos".

Christofer Edling, da Academia Real das Ciências da Suécia, clarifica que a escolha dos vencedores se deve a estas investigações nos darem "os instrumentos para reduzir os riscos no sector do financiamento e, portanto, para evitar a crise financeira com uma compreensão muito melhor daquilo a que o regulador tem de estar atento hoje em dia".

"Podemos aprender o quão importante é garantir que esTe sistema não entre em colapso." John Hassler, membro do comité do prémio de economia

Apesar de alguns críticos o acusarem de ter feito pouco para evitar a crise de 2008, Bernanke é apontado por muitos analistas como o responsável por ter evitado o colapso do sistema financeiro, como aconteceu durante a Depressão dos anos 30 do século passado.

De acordo com a Academia, as investigações dos três economistas, lançadas no início da década de 1980, dão instrumentos práticos para "evitar tanto crises graves como resgates dispendiosos".

O prémio nas Ciências Económicas em memória de Alfred Nobel, mais conhecido como Nobel da Economia, corresponde a um valor monetário de 10 milhões de coroas suecas (cerca de 914 mil euros) e será dividido pelos três laureados.