Crise energética faz Chéquia tremer. "Quanto mais frio estiver, pior será para todos"

Access to the comments Comentários
De  Bryan Carter  & Euronews
Crise energética faz Chéquia tremer. "Quanto mais frio estiver, pior será para todos"
Direitos de autor  euronews

Com a guerra na Ucrânia sem fim à vista, a inflação a subir e o inverno à porta, os países da União Europeia (UE) enfrentam, a curto prazo, um dos maiores desafios impostos pela crise energética: como se vão aquecer os europeus nos próximos meses?

Na Chéquia, onde a subida taxa de inflação - uma das mais elevadas da UE - contribuiu já para um aumento de 17% do custo de vida, parte da população está já a recorrer às fontes de energia tradicionais, como a lenha, ou o carvão. 

A contestação cresce nas ruas, onde entre protestos se condena o governo, a UE e a NATO pela falta de uma resposta eficaz e se apela a um acordo com Moscovo para voltarem a ter gás russo.

E cada vez mais checos começam a procurar resposta para o problema na extrema-direita, que vai ganhando terreno entre os eleitores.