EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Hospitais da Ucrânia preparam-se para o inverno

Hospital de Izium
Hospital de Izium Direitos de autor Euronews
Direitos de autor Euronews
De  Euronews com AP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Médicos contam com a experiência de trabalhar com poucos recursos durante os meses de ocupação

PUBLICIDADE

O hospital de Izium, no leste da Ucrânia, foi a única instalação médica que permaneceu aberta quando as tropas russas invadiram a cidade, pouco depois do início da guerra.

Quem trabalha no hospital conta com a experiência de seis meses mortíferos para se preparar para o Inverno.

Nos primeiros meses de guerra, as cirurgias foram realizadas na cave do hospital para evitar ataques aéreos e cartuchos de artilharia. 

"Não tínhamos logística. Perdemos toda a ligação com a Ucrânia. Não tínhamos lugar para os doentes. Só podíamos contar connosco ", explica o cirurgião  Yurii Kuznetsov. A casa deste cirurgião foi destruída nos combates e, até julho, ele viveu na cave do hospital.

Quando os termómetros voltarem a descer, Kuznetsov espera que volte tudo para a cave, onde as temperaturas são frias mas estáveis.

Izium regressou ao controlo ucraniano no mês passado. Os sinais sobre o perigo de minas à volta do hospital vão desaparecendo. Os médicos e enfermeiros que não deixaram a cidade continuam a tratar de doentes. São considerados heróis pelos habitantes da cidade.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Onda de furtos de radares de trânsito na Suécia

Ataques russos deixam Ucrânia às escuras

Centenas de cadáveres retirados de vala comum em Izium