EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Putin em diálogo com Arménia e Azerbaijão

Kremlin diz procurar agora "medidas suplementares para reforçar a estabilidade"
Kremlin diz procurar agora "medidas suplementares para reforçar a estabilidade" Direitos de autor Sergei Bobylev/Sputnik
Direitos de autor Sergei Bobylev/Sputnik
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Moscovo quer "medidas para reforçar estabilidade" no Cáucaso

PUBLICIDADE

Primeiro, um encontro com Nikol Pashinyan, o primeiro-ministro da Arménia, o país que voltou a mergulhar recentemente num violento conflito com o Azerbaijão. Pouco depois, Vladimir Putin recebia, na cidade russa de Sochi, o presidente azeri, Ilham Aliyev.

É desta forma que o presidente russo pretende consolidar as novas tréguas entre os dois países, que há muito se batem pelo território do Nagorno-Karabakh.

Ao mesmo tempo, foram os países ocidentais que ajudaram a impulsionar o último cessar-fogo, colocando em segundo plano a influência de Moscovo nesta região do Cáucaso, onde se registaram mais de 280 mortos no final deste verão.

O Kremlin diz procurar agora "medidas suplementares para reforçar a estabilidade".

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Azerbaijão abandona europeu de halterofilismo

Tribunal russo condena soldado americano a quase quatro anos de prisão por roubo

Jornalista norte-americano Evan Gershkovich vai ser julgado na Rússia por espionagem