EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Bolsonaro ainda não reconheceu vitória de Lula nas presidenciais brasileiras

Jair Bolsonaro - presidenciais brasileiras 2022
Jair Bolsonaro - presidenciais brasileiras 2022 Direitos de autor Bruna Prado/Copyright 2022 The AP. All rights reserved
Direitos de autor Bruna Prado/Copyright 2022 The AP. All rights reserved
De  Patricia Tavareseuronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Derrota silenciosa do Presidente cessante.

PUBLICIDADE

Depois de uma corrida ao Planalto renhida, uma espera tensa. Jair Bolsonaro envia uma mensagem silenciosa e ainda não reconheceu os resultados nas presidenciais brasileiras. Onde está Bolsonaro? A hashtag "#CadéoBolsonaro" é agora tendência nas redes sociais no Brasil. Depois de conhecidos os resultados, o presidente cessante isolou-se no Palácio Alvorada - a residência oficial em Brasília.

São os apoiantes que saem às ruas, num protesto de camionistas que bloqueou estradas em vários pontos do país. A situação levou a justiça brasileira, através do presidente do Tribunal Superior Eleitoral, a ordenar a intervenção da polícia para por fim aos bloqueios. A Praça dos Ministérios - a sede dos três poderes do Brasil - também foi encerrada para impedir invasão de camionistas pró-Bolsonaro.

Foi tirado do trono dele a força, e nos vamos botar ele com a força que temos, o grupo dos caminhoneiros, vamos botar ele no poder de novo.
Ezequias
Camionista

A candidatura de Lula da Silva foi a que recebeu mais votos de sempre numas presidencias brasileiras. Lula promete governar por todos os brasileiros e aceita os parabéns de líderes mundiais, como a mensagem pública do Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, do Presidente de França, Emmanuel Macron ou o apoio pessoal do presidente da Argentina

A tomada de posse de Lula está marcada para 1 de janeiro de 2023.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Lula questiona possíveis financiadores de "discursos de golpe"

Antigo chefe do exército brasileiro ameçou prender Bolsonaro se insistisse com golpe de Estado

Dezenas de milhares de brasileiros saíram à rua para mostrar apoio a Bolsonaro em São Paulo