Combates em Bakhmut desgastam ofensiva russa

SASHA VAKULINA
SASHA VAKULINA Direitos de autor Euronews
De  SASHA VAKULINA
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Instituto para o Estudo da Guerra desvaloriza importância desta região

PUBLICIDADE

Os esforços russos na região de Bakhmut indicam que as forças de Moscovo não aprenderam com as campanhas anteriores, nas quais tiveram baixas elevadas, e estão concentradas em objetivos de importância operacional ou estratégica limitada. Esta é a última avaliação do Instituto para o Estudo da Guerra.

A Rússia tem gasto forças de combate em pequenas povoações em redor de Bakhmut desde o final de maio. Desde aí, apenas conseguiram avançar poucos quilómetros de cada vez.

Tal como o Instituto para o Estudo da Guerra observou anteriormente, os esforços russos para avançar sobre Bakhmut resultaram no contínuo desgaste da mão-de-obra e do equipamento, colocando tropas em povoações relativamente insignificantes durante semanas e meses Este padrão de operações assemelha-se ao esforço para o controlo de Sievierodonetsk e Lysychansk no início da guerra.

Para o Instituto para o Estudo da Guerra, as forças ucranianas permitiram às tropas russas concentrar esforços nestas duas cidades próximas da fronteira da região de Luhansk de importância operacional e estratégica limitada, para capitalizar a contínua degradação da mão-de-obra e do equipamento russos ao longo de meses de combate

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Seis milhões de pessoas sem eletricidade na Ucrânia

Rússia declara correspondente da BBC de “agente estrangeiro”

Um morto e doze feridos em ataque russo a Poltava na Ucrânia