EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

EUA e França unidos face "à brutalidade da Rússia"

Presidente dos EUA recebeu homólogo francês em Washington
Presidente dos EUA recebeu homólogo francês em Washington Direitos de autor Susan Walsh/AP
Direitos de autor Susan Walsh/AP
De  euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Estados Unidos e França vão "permanecer unidos" para se oporem "à brutalidade da Rússia na Ucrânia". Palavras do presidente norte-americano que na quinta-feira recebeu o homólogo francês.

PUBLICIDADE

Estados Unidos e França vão "permanecer unidos" para se oporem "à brutalidade da Rússia na Ucrânia". Palavras do presidente norte-americano que na quinta-feira recebeu o homólogo francês. 

Na resposta à pergunta de um jornalista, Biden disse estar disponível para falar com o presidente russo, se Putin "procurar uma forma de acabar com a guerra", coisa que "ainda não fez". Mas Biden deixou claro que qualquer discussão seria articulada "com os amigos franceses e a NATO".

Joe Biden e Vladimir Putin encontraram-se, em Genebra, em junho do ano passado, antes do início da guerra na Ucrânia. As conversações focaram-se então no desarmamento e nas preocupações com a segurança cibernética.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Macron encontra-se com Musk em última dia da visita aos Estados Unidos

"Ucrânia vai parar Putin", diz Biden na abertura da cimeira da NATO

Biden chama nações "xenófobas" à Índia e Japão