Começa o julgamento Wirecard em Munique

Sede da Wirecard
Sede da Wirecard Direitos de autor Matthias Schrader/Copyright 2020 The AP. All rights reserved.
Direitos de autor Matthias Schrader/Copyright 2020 The AP. All rights reserved.
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Antigo presidente da Wirecard começa a ser julgado em Munique, na Alemanha. Markus Braun é acusado da falência fraudulenta da empresa

PUBLICIDADE

Começou, esta quinta-feira, em Munique, na Alemanha, o julgamento do antigo presidente executivo da Wirecard, uma empresa de pagamentos digitais.

Markus Braun senta-se no banco dos réus com o antigo diretor executivo de uma filial da Wirecard no Dubai, Oliver Bellenhaus, e antigo diretor de contabilidade, Stephan von Erffa. Os três são acusados da falência fraudulenta da empresa em 2020.

Este está a ser descrito como o maior caso de fraude do pós-guerra na Alemanha.

Os promotores acusam Markus Braun de ter assinado intencionalmente documentos que pareciam mostrar que a empresa tinha fundos que não tinha, através de receitas atribuídas a parcerias noutros países.

Os seus advogados dizem que as acusações estão "seriamente erradas" e que o antigo presidente da Wirecard desconhecia as atividades ilegais de outros.

A Wirecard pediu falência em junho de 2020. Na época noticiou que 1,9 mil milhões de euros tinham desaparecidos das suas contas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Crise numa das maiores startups alemãs

Polícia alemã deteve dois homens suspeitos de serem espiões russos

Centro de Colónia parcialmente evacuado devido a bomba da II Guerra Mundial