EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Museu Nacional do Iraque tenta digitalizar mais de 40 mil documentos

Entre os documentos que se tentam conservar encontram-se livros, pergaminhos e pranchas de caligrafia
Entre os documentos que se tentam conservar encontram-se livros, pergaminhos e pranchas de caligrafia Direitos de autor AFP TV
Direitos de autor AFP TV
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Património valioso resistiu apesar das décadas de conflito no país

PUBLICIDADE

No Museu Nacional do Iraque, equipas de conservação tentam preservar e digitalizar mais de 40 mil documentos valiosos.

São livros, pergaminhos e pranchas de caligrafia, que representam um importante património cultural em árabe, persa, turco, hebraico ou curdo. Alguns manuscritos datam do século XVII, ainda antes da manufatura do papel.

Vários documentos ficaram danificados por causa da humidade, de pragas e devido à passagem do tempo, mas resistiram, apesar das décadas de conflito que destruíram grande parte da herança histórica do país.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

União Europeia condena lei do Iraque que criminaliza homossexualidade

Um morto e oito feridos em ataque a base militar iraquiana

Estados Unidos lançam ataque maciço contra milícias no Iraque e na Síria