Biden diz a Zelenskyy que a Ucrânia "nunca estará sozinha"

Zelenskyy e Biden reuniram-se na Casa Branca
Zelenskyy e Biden reuniram-se na Casa Branca Direitos de autor Patrick Semansky/Copyright 2022
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Presidente dos EUA manifestou-se durante uma conferência de imprensa conjunta com o homólogo ucraniano, em Washington

PUBLICIDADE

"É uma honra estar do seu lado." Foi com estas palavras que o presidente dos EUA acolheu hoje calorosamente o homólogo ucraniano à chegada à Casa Branca, em Washington.

Após um encontro à porta fechada com o homólogo, Joe Biden prometeu continuar a reforçar a capacidade militar da Ucrânia e disse que o país "nunca estará sozinho."

Numa conferência de imprensa após o encontro elogiou ainda a "determinação" do povo ucraniano para decidir o próprio destino.

"O presidente russo está a tentar usar o inverno como arma, mas o povo ucraniano continua a inspirar o mundo. Digo isso com toda a sinceridade. Não só nos inspram, como inspiram o mundo inteiro com a coragem e com a forma como escolheram a resiliência e determinação para o futuro", insistiu Biden.

Essa resiliência tem um preço, que os EUA também estão dispostos a pagar.

Biden confirmou a ajuda militar de cerca de dois mil milhões de dólares à Ucrânia que inclui pela primeira vez o sistema de defesa antiaérea Patriot.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Biden reflete sobre segundo mandato de férias nas Caraíbas

Ucrânia passa Natal às escuras

Zelenskyy regressa de Washington com "bons resultados"