EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Zelenskyy já está em Washington para encontro com Biden

Presidente ucraniano inicia visita relâmpago aos EUA
Presidente ucraniano inicia visita relâmpago aos EUA Direitos de autor AP/Ukrainian Presidential Press Office
Direitos de autor AP/Ukrainian Presidential Press Office
De  Pedro Sacadura
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Informação avançada por fonte diplomática ucraniana. Presidente da Ucrânia também deverá discursar perante o Congresso no Capitólio

PUBLICIDADE

Volodymyr Zelenskyy já está em Washington, de acordo com fonte diplomática ucraniana, para uma visita relâmpago aos EUA, numa altura em que a guerra na Ucrânia entra numa nova fase e em que se assinalam 300 dias desde o início da invasão russa.

O presidente ucraniano rumou, esta quarta-feira, a Przemyśl, na Polónia, de comboio, sob um forte dispositivo de segurança. Deixou depois o país a bordo de um avião militar americano rumo aos EUA.

A viagem, preparada em segredo, está repleta de simbolismo, até porque é a primeira deslocação internacional desde o início da ofensiva de Moscovo.

Esta é, também, uma oportunidade para os aliados enviarem um sinal para a Rússia.

Os EUA anunciam hoje o envio de mísseis terra-ar Patriot para a Ucrânia como parte de um pacote de cerca de 2 mil milhões de dólares em ajuda de segurança.

Zelenskyy vai reunir-se, na Sala Oval da Casa Branca, com o presidente dos EUA, Joe Biden, durante a tarde, para discutir a cooperação entre os dois aliados, estando prevista uma conferência de imprensa conjunta logo após o encontro.

Mais tarde, o presidente ucraniano discursa perante o Congresso, no Capitólio.

Nas palavras Zelenskyy a visita serve para "fortalecer a resiliência e capacidade de defesa da Ucrânia."

O Kremlin alertou que aumentar o fornecimento de armas dos EUA para a Ucrânia agravará o conflito. Um aviso deixado precisamente no mesmo dia em que o presidente russo, Vladimir Putin, se reuniu com líderes militares para fazer um balanço das atividades e definir objetivos para 2023.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Biden chama nações "xenófobas" à Índia e Japão

Biden apela à libertação de jornalistas no jantar dos correspondentes de imprensa

Senado dos EUA aprova pacote de ajuda militar para a Ucrânia, Israel e Taiwan