O nadador português que fez das adversidades o caminho para a vitória

Treino do jovem nadador português Diogo Ribeiro
Treino do jovem nadador português Diogo Ribeiro Direitos de autor TIAGO PETINGA/ 2022 LUSA - LUSA, S.A.
De  Nara Madeira com LUSA
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Diogo Ribeiro é um jovem nadador português que viveu tempos difíceis, após um acidente, mas que não desistiu e tornou-se campeão.

PUBLICIDADE

Diogo Ribeiro tem 18 anos e transportou já, nos ombros, a bandeira portuguesa e ao peito as medalhas que conquistou em nome do seu país, enquanto júnior. E foram várias. Nos Mundiais do Peru bateu o recorde do mundo nos 50 metros mariposa, arrebatou ainda o ouro nos 50 livres e 100 na mesma classe. Em agosto, nos Europeus tinha também já conseguido feitos importantes, os sucessos acumulam-se.

Mas o que faz desta uma história de vida singular é o facto de este jovem ser um exemplo de resiliência e a demonstração de que o céu, não é o limite mesmo perante a adversidade. Um acidente de moto atirou-o para uma convalescença - "um período bastante difícil" da sua vida, como o próprio descrevia - que se acreditava vir a ser longa mas que, com muito trabalho e perseverança, acabou por fazer deste atleta uma jovem promessa da Natação portuguesa.

"Tive de pensar no que era mais importante para mim (...) e acho que a minha mente e o psicológico foram a parte mais importante para conseguir passar por esse momento, porque eu cheguei a acreditar que não conseguia voltar".
Diogo Ribeiro
Nadador júnior

_"_Foi um momento bastante triste", referia Diogo, mas que superou com a ajuda do fisioterapeuta Daniel Meiras. O longo período de recuperação, e porque foi "acreditando cada vez mais" transformou-se em dois meses, apenas.

E hoje a jovem esperança da Natação pode pensar no futuro. Quer conseguir os tempos mínimos necessários para chegar ao Jogos Olímpicos. Mas para isso é preciso muito trabalho, físico, técnico, psicológico com frisava o homem que está à frente da seleção portuguesa de Natação, e que treinou a congénere brasileira. 

Alberto Silva não é novo nestas andanças, já ajudou outros atletas a conquistarem medalhas e, para ele, o principal é manter o foco. Por isso, vê em Cristiano Ronaldo um exemplo a seguir. Aliás, gostaria de ter vários entre os seus atletas, como o próprio explicava. Mas o objetivo não é que cheguem ao nível de _"_qualidade técnica" de CR7, "sabemos que é impossível", mas que consigam traçar um caminho como fez o craque madeirense que tinha uma grande "ambição" e "confiança" no seu talento.

"Antes de ele virar o Cristiano Ronaldo que todo o mundo conhece ele já era um garoto habilidoso (...). Hoje muita gente confunde, ou vê como arrogância, alguma declaração o que eu vejo é um menino que não tinha nada e que lutou, naquele momento praticamente sozinho, para chegar onde chegou e é isso que eu quero colocar na cabeça dos meus atletas".
Alberto Silva
Treinador da Seleção de Natação de Portugal

Quanto a Diogo Ribeiro o selecionador mostra-se confiante porque os seus resultados são bons e em termos físicos, e de saúde, está bem. O próximo grande desafio internacional, para o jovem campeão do mundo nos 50 e 100 metros mariposa, em juniores, será o Mundial de Fukuoka, previsto para agosto do próximo ano.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Cabo Verde investe em futuros campeões de natação

Suíça: Natação é para todos

João Sousa despede-se do ténis profissional no Estoril Open