Sibusiso Sizatu combate preconteitos na vela

Sibusiso Sizatu combate preconceitos na vela
Sibusiso Sizatu combate preconceitos na vela Direitos de autor RODGER BOSCH/AFP
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Sul-africano lidera tripulação proveniente dos bairros de lata da Cidade do Cabo na maior regata do hemisfério sul

PUBLICIDADE

A dois de janeiro tem início a Cape2Rio, a maior regata do hemisfério sul, que liga a Cidade do Cabo ao Rio de Janeiro, e o estreante Sibusiso Sizatu já tem um lugar garantido na história da competição. O sul-africano será o primeiro a liderar uma tripulação inteiramente constituída por jovens provenientes das comunidades desfavorecidas da África do Sul, contrariando a ideia que a vela é um desporto reservado aos mais ricos.

A desmistificação começa em casa, o capitão do Archangel admite que levou muito tempo até que a família percebesse o que estava a fazer e que ainda hoje têm dúvidas e perguntam se está a ganhar dinheiro e a trabalhar.

Sizatu acrescenta que a única forma de os convencer passa por dizer que é um trabalho, e não um desporto. Diz ainda que espera que esta prova sirva para abrir os olhos de muitos jovens para eles perceberem que também podem praticar vela.

A tripulação, quatro homens e uma mulher, escapou à violência dos bairros de lata graças a um programa social do Clube de Iates da Cidade do Cabo, e propõe-se agora a completar os cerca de seis mil quilómetros até ao Rio de Janeiro. O grande objetivo é chegar a bom porto mas o sonho é ganhar.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Sambódromo recebeu "O Maior Espetáculo da Terra"

Escolas de samba já desfilam no Brasil

Segurança apertada até segunda-feira devido à final da Libertadores no Brasil