EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Suspeito do ataque em Paris acusado de homicídio

Marcha em Paris
Marcha em Paris Direitos de autor Lewis Joly/Copyright 2022 The AP
Direitos de autor Lewis Joly/Copyright 2022 The AP
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O antigo maquinista de 69 anos ficou em prisão preventiva

PUBLICIDADE

O suspeito do ataque de sexta-feira em Paris foi presente a um juiz de instrução e foi acusado de homicídio e tentativa de homicídio por motivos de raça, de etnia, de nação e de religião. Segundo as informações avançadas pela agência France Press, o maquinista reformado, de 69 anos, foi também indiciado por aquisição e posse não autorizada de arma e ficou em prisão preventiva.

Esta segunda-feira, milhares de pessoas participaram numa marcha silenciosa que passou pelo centro de Paris em memória das três vítimas mortais do tiroteio. Ao contrário do que aconteceu no fim de semana, desta vez não houve registo de confrontos com a polícia.

O ataque provocou uma forte condenação da comunidade curda, que fala num ato "terrorista" e aponta responsabilidades à Turquia. Ancara recusa as acusações e denuncia uma propaganda contra o país em França depois da morte dos três curdos. Ancara também censura Paris por ter permitido aos apoiantes do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) manifestarem-se nas ruas da capital, com alguns dos cartazes a referir-se a ligações entre a Turquia e o atirador francês.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Mãe e quatro filhos assassinados em França no dia de Natal. Pai é o principal suspeito

Divulgadas imagens do momento em que atacante de Paris é dominado

"Ódio patológico aos estrangeiros"