65 mil pessoas no primeiro dia da homenagem a Bento XVI

Access to the comments Comentários
De  Euronews
O féretro de Bento XVI em câmara ardente na Basílica de São Pedro, em Roma
O féretro de Bento XVI em câmara ardente na Basílica de São Pedro, em Roma   -   Direitos de autor  Ben Curtis/Copyright 2023 The AP. All rights reserved

Cerca de 65 mil pessoas passaram esta segunda-feira pela Basílica de São Pedro, em Roma, para a última homenagem ao papa emérito, Bento XVI, no primeiro dia da câmara ardente.

Os números ultrapassaram as espetativas das autoridades. Eram esperadas cerca de 35 mil pessoas por dia até quarta-feira.

O funeral de Bento XVI está marcado para quinta-feira.

A cerimónia será dirigida a partir do altar situado no adro da Praça de São Pedro e será presidida pelo Papa Francisco, que poderá ser acompanhado pelo decano do colégio de cardeais, cardeal Giovanni Battista Re, ou o secretário de Estado da Santa Sé, cardeal Pietro Parolin.

Até agora, o Vaticano confirmou que as únicas delegações oficiais presentes serão as de Itália e Alemanha, embora o governo espanhol tenha confirmado à agência EFE que a Rainha Emérita de Espanha, Sofia, assistirá ao funeral e o presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, tenha anunciado que também vai estar presente.

O Presidente da República de Itália, Sergio Mattarella, acompanhado pela filha, prestou homenagem a Bento XVI logo de manhã, antes da abertura da basílica do Vaticano ao público e pouco depois da chegada da primeira-ministra italiana, Giorgia Meloni.