EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Bombardeamentos continuaram durante cessar-fogo russo na Ucrânia

Ataques não pararam em vários pontos da Ucrânia
Ataques não pararam em vários pontos da Ucrânia Direitos de autor Libkos/AP
Direitos de autor Libkos/AP
De  Ricardo Figueira
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Rússia diz ter sido obrigada a responder a fogo ucraniano. Zelenskyy diz que "só a expulsão da Rússia trará a paz".

PUBLICIDADE

Várias explosões abalaram a região de Kharkiv e a cidade de Bakhmut, no leste da Ucrânia, pouco depois do fim do cessar-fogo unilateral decretada pelo Rússia por ocasião do Natal ortodoxo. Mesmo durante a suposta trégua, os bombardeamentos em Bakhmut e Chasiv Yar não pararam. A Rússia diz que foi obrigada a responder a ataques ucranianos. Para o presidente ucraniano Volodymyr Zelenskyy, só a expulsão definitiva da Rússia serve.

"Só a expulsão dos ocupantes russos da terra ucraniana e a eliminação de quaisquer oportunidades para a Rússia pressionar a Ucrânia e a Europa vai significar o restauro do silêncio, da segurança e da paz. É nisso que estamos a trabalhar, é para isso que serve a ajuda dos nossos parceiros e é o que todo o mundo civilizado quer" disse o chefe de Estado.

Só a expulsão dos ocupantes russos (...) vai significar o restauro do silêncio, da segurança e da paz.
Volodymyr Zelenskyy
Presidente da Ucrânia

Na linha da frente, nas trincheiras, em cidades destruídas ou em abrigos subterrâneos, ambas as partes em conflito celebraram o Natal ortodoxo, este sábado.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ataque a mercado na Ucrânia faz pelo menos dois mortos

Ucrânia acusa exército russo de mentir

Natal ortodoxo marcado por guerra na Ucrânia