EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Situação mais calma no Porto

Inundações o Porto
Inundações o Porto Direitos de autor RUI MANUEL FARINHA/ 2023 LUSA - LUSA, S.A.
Direitos de autor RUI MANUEL FARINHA/ 2023 LUSA - LUSA, S.A.
De  Euronews com Lusa
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Chuva e areias das obras do Metro provocaram o caos na cidade

PUBLICIDADE

O mau tempo deu tréguas no Porto e a chuva não provocou danos relevantes durante a madrugada e a manhã deste domingo. Na cidade, continuam os trabalhos de limpeza nas zonas mais afetadas pelo temporal. No sábado, várias estradas, habitações e lojas ficaram inundadas e a linha amarela do Metro teve de ser suspensa. A situação foi agravada com os montes de areias e gravilhas das obras da Metro.Em menos de duas horas, houve cerca de 150 pedidos de ajuda.

A precipitação intensa que caiu num curto espaço de tempo lavou toda a zona alta da cidade do Porto, mas as águas intensas foram abrindo caminho até à baixa da cidade, desaguando pela Rua Mouzinho da Silveira, que liga a Estação de São Bento à Ribeira do Porto. 

O ministro da Administração Interna pediu hoje aos sistemas de Proteção Civil que avaliem as causas dos estragos do mau tempo para que o território seja mais resiliente.

Em declarações aos jornalistas em Barcelos, José Luís Carneiro defendeu que os sistemas da Proteção Civil devem apurar as causas que justifiquem essas circunstâncias, chamando a atenção para o problema da impermeabilização dos solos, fruto da construção, mas também para as alterações climáticas que se fazem sentir por toda a Europa cada vez com maior frequência.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Norte de Portugal avalia estragos das inundações

Portugal avalia prejuízos do mau tempo que só em Oeiras podem chegar aos €14 milhões

Mau tempo gera perturbações na Europa