EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Drogas estão a alastrar na Europa

Centro Europeu para a Monitorização do Uso de Droga e Toxicodependência (EMCDDA) alerta para variedade de substâncias em circulação
Centro Europeu para a Monitorização do Uso de Droga e Toxicodependência (EMCDDA) alerta para variedade de substâncias em circulação Direitos de autor EBU
Direitos de autor EBU
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Centro Europeu para a Monitorização do Uso de Droga e Toxicodependência manifesta preocupação com agravamento da situação no velho continente

PUBLICIDADE

O Centro Europeu para a Monitorização do Uso de Droga e Toxicodependência (EMCDDA) vê com preocupação o facto de o consumo de cocaína estar a alastrar no velho continente e considera que a Europa se está converter num centro de produção da droga.

O principal receio é que a apreensão crescente de drogas seja sinónimo de que há ainda mais substâncias ilícitas em circulação.

"Quando se conhecem os volumes que estão a ser apreendidos aquilo que nos vem à cabeça é: o que é que está a entrar? Se há tanta coisa a ser apreendida está a entrar muito mais. E quais são os prejuízos que isto gera além dos danos para a saúde dos consumidores de cocaína, dos danos para a sociedade em termos de violência e em termos de corrupção?", questionou Laurent Laniel, do Centro Europeu para a Monitorização do Uso de Droga e Toxicodependência, em entrevista à Euronews.

O comércio de drogas pesadas na Europa não alimenta só a criminalidade. Também cria problemas de saúde de longo prazo para os consumidores e tem um impacto nos serviços de saúde. E o problema não é só a cocaína, lembrou Laurent Laniel: "há a heroína, o MDMA, que agora também se encontra em comprimidos de concentração muito maior do que no passado, o que pode ser perigoso. A consequência provável é que haverá mais danos, não só em termos de saúde, para os consumidores."

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Observatório alerta para maior circulação de drogas na Europa

Cerca de 110 toneladas de cocaína apreendidas no porto de Antuérpia em 2022

Bruxelas: violência relacionada com a droga está a aumentar