EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Grécia impede entrada de 260.000 migrantes

Muro de aço na frontreira entre a Grécia e a Turquia
Muro de aço na frontreira entre a Grécia e a Turquia Direitos de autor euronews
Direitos de autor euronews
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Com 27 quilómetros de muro de aço construídos na fronteira com a Turquia, Grécia propõe-se a construir mais 35. Em 2022, helénicos impediram a entrada no país de 260.000 migrantes ilegais

PUBLICIDADE

A Grécia impediu, no ano passado, a entrada ilegal no país de cerca de 260.000 migrantes e prendeu 1.500 traficantes.

O anúncio foi feito este sábado pelo ministro grego para a Proteção dos Cidadãos, durante uma visita com embaixadores de países da União Europeia, e ainda da Suíça e do Reino Unido, a um muro ainda em construção no nordeste do país, na fronteira com a Turquia.

Takis Theodorikakos disse que a visita "envia uma mensagem muito forte de solidariedade na Europa, unidade e determinação para proteger, para guardar a fronteira da Grécia com a Turquia, que é também a fronteira da União Europeia com a Turquia. Esta mensagem é forte. É uma mensagem de aplicação do direito internacional" que acredita que "a Turquia a deve receber".

O muro de aço, que o Governo helénico está a construir, tem cinco metros de altura e estende-se atualmente por mais de 27 quilómetros. De acordo com Atenas, vão ser acrescentados agora mais 35 quilómetros de muro. O objetivo final é cobrir a maior parte da fronteira de 192 quilómetros.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Meloni pede mais ação sobre migrantes

ONU alerta para a ilusão da redução do tráfico humano e admite agravamento dissimulado

Grécia mais acessível para os turistas turcos