China e Irão reforçam cooperação comercial e económica

Presidente iraniano, Ebrahim Raisi, recebido pelo presidente chinês, Xi Jinping, à chegada a Pequim
Presidente iraniano, Ebrahim Raisi, recebido pelo presidente chinês, Xi Jinping, à chegada a Pequim Direitos de autor Yan Yan/Xinhua
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O presidente do Irão encontrou-se em Pequim com o seu homólogo chinês, para reforçar a cooperação comercial e económica entre a Teerão e Pequim

PUBLICIDADE

O presidente iraniano, Ebrahim Raisi, reuniu-se em Pequim com o seu homólogo chinês, Xi Jinping, num contexto de tensão internacional crescente e de deterioração das relações com os países ocidentais.

E esta é muito mais do que uma visita de cortesia. Rodeados por uma corte de ministros, os dois líderes renovaram os seus votos de amizade e expressaram a intenção de aprofundar ainda mais os laços económicos e comerciais entre os respetivos países.

Ambos querem fazê-lo através do caminho iniciado em setembro passado, na Cimeira de Samarkand, onde Teerão apresentou o seu pedido de adesão à Organização de Cooperação de Xangai, à qual pertencem países como a China, Rússia, Paquistão e Índia.

Ambos os países estão também ligados pelas suas relações com a Rússia, embora de uma forma muito diferente: Teerão fornece armas e drones ao exército russo; enquanto Pequim defende a soberania da Ucrânia - embora afirme compreender as razões que levaram Moscovo a invadir o país vizinho.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ocidente condena expansão nuclear do Irão

China responde à investigação da UE sobre os subsídios às indústrias verdes

População da China diminui pelo segundo ano consecutivo