EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

EUA aconselham Kiev a dar prioridade à contraofensiva de primavera

Sasha Vakulina
Sasha Vakulina Direitos de autor Euronews
Direitos de autor Euronews
De  SASHA VAKULINA
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Relatórios ocidentais sublinham as preocupações sobre a determinação da Ucrânia em manter Bakhmut

PUBLICIDADE

Segundo o jornal Washington Post, o departamento de defesa dos Estados Unidos considera que as forças ucranianas são incapazes de defender Bakhmut e ao mesmo tempo lançar uma contraofensiva de primavera. Por isso, aconselharam Kiev a dar prioridade à contraofensiva de primavera em detrimento da defesa de Bakhmut.

O Instituto para o Estudo da Guerra continua a avaliar que a decisão da Ucrânia de defender Bakhmut é um esforço estrategicamente sólido, apesar dos custos para o país.

A defesa ucraniana de Bakhmut forçou o Kremlin a utilizar grande parte do Grupo Wagner e a comprometer importantes forças aéreas russas para sustentar os avanços. Por outro lado, degradou as forças russas e provavelmente criará condições favoráveis para uma futura contraofensiva ucraniana.

Se as tropas russas tivessem tomado Bakhmut sem resistência significativa de Kiev, poderiam ter expandido as operações de forma a forçar a Ucrânia a construir posições defensivas apressadas em terrenos menos favoráveis.

Portanto, a defesa de Bakhmut por parte da Ucrânia e a realização de um esforço para estabelecer condições para uma contraofensiva são atividades complementares, e têm em conta que as forças russas teriam continuado a sua ofensiva para além de Bakhmut se a Ucrânia tivesse cedido a cidade mais cedo.

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelenskyy, disse que a situação nas regiões orientais de Donetsk e Luhansk continua extremamente difícil, mas o envolvimento prolongado da Rússia nas batalhas reduz a sua capacidade de lutar noutros locais na Ucrânia. 

Yevgeny Prigozhin, o chefe do grupo Wagner afirmou que está longe de completar o cerco de Bakhmut por causa da defesa ucraniana nesta área

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Borrell admite que consenso sobre Ucrânia é tarefa "difícil" na UE

Onde estão as crianças ucranianas levadas para a Rússia?

Maior hospital pediátrico de Kiev alvo de ataque russo