Nacionalistas sérvios protestam contra governo de Aleksandar Vucic

Nacionalistas sérvios protestaram em Belgrado contra o governo de Aleksandar Vucic
Nacionalistas sérvios protestaram em Belgrado contra o governo de Aleksandar Vucic Direitos de autor Darko Vojinovic/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Manifestantes querem impedir o reconhecimento da independência do Kosovo e o apoio do país a sanções contra a Rússia.

PUBLICIDADE

Um grupo de nacionalistas sérvios invadiu as ruas de Belgrado, esta quarta-feira, decidido a travar o processo de independência do Kosovo. O estatuto, que depende do reconhecimento da Sérvia, é essencial para o país que possa integrar a União Europeia.

Durante o protesto, realizado no Dia do Estado Sérvio, vários manifestantes exigiram a demissão do presidente, depois de Aleksandar Vucic ter insinuado que as sanções contra a Rússia podem vir a ser inevitáveis.

Conhecido apoiante da invasão da Ucrânia e pelos laços com o grupo de mercenários Wagner, o líder do movimento de extrema-direita “Patrulha do Povo” dirigiu-se à multidão com a promessa de mais protestos. Em público, Damnjan Knezevic pediu ainda a ajuda da Rússia para impedir a independência do Kosovo

Para os manifestantes a única opção para o Kosovo é a reintegração no sistema sérvio.

"Se este governo nos trouxe aqui, acho que está na altura de o mudar. Sou a favor da Rússia como uma família. A minha família está ligada à Rússia", diz uma das participantes.

Outro dos manifestantes reclama que o presidente "não comprou o Kosovo, nem o recebeu, nem é dele, nem o pai o deixou para ele, para que possa assinar o que precisa de assinar".

O presidente sérvio tem sido criticado pelo Ocidente por manter boas relações bilaterais com Moscovo. Em resposta à contestação interna, Vucic afirma ter a situação sob controlo e que não vai permitir ameaças à ordem constitucional por parte de “bandidos”, mesmo que com ajuda do exterior.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

UE elogia abordagem "responsável" da Sérvia

Hungria apoia Sérvia e bloqueia adesão do Kosovo à União Europeia

Kosovo reabre fronteira com a Sérvia